Por que a Coreia é tão rápida em cancelar suas estrelas?

  • 03/06/2021
  • 0 Comentário(s)

Por que a Coreia é tão rápida em cancelar suas estrelas?

O apoio e a adoração dos fãs pode ser um espada de dois gumes para celebridades. A atenção do público desempenha um papel vital para as estrelas alcançarem o sucesso na indústria do entretenimento; mas a curiosidade excessiva dos fãs às vezes pode ser problemática, especialmente quando pode levar à queda repentina de seus ídolos.

Estrelas em ascensão Jo Byeong-gyu, Park Hye-soo e Kim Ji-soo, também conhecido como Jisoo, enfrentaram acusações de bullying que os forçou a desistir de projetos futuros ou em andamento. Jo Byeong-gyu teve que deixar o reality show Come Back Home, no qual ele foi escalado para estrelar, enquanto a nova série de Park, Dear. M foi adiada (sem previsão de volta) pouco antes de sua estreia. Jisoo teve que se afastar da série River Where the Moon Rises enquanto o show ainda estava acontecendo.

As alegações de bullying não são os únicos escândalos que podem prejudicar a carreira das estrelas. A atriz Seo Ye-ji ganhou as manchetes recentemente por supostamente ter “controlado” seu ex-namorado Kim Jung-hyun, bem como outros problemas, como alegado comportamento rude com a equipe de apoio, o que a levou a perder negócios lucrativos de publicidade.

O destino que as estrelas coreanas enfrentam por suposta má conduta contrasta fortemente com o que acontece com as celebridades de Hollywood. O ator americano Joaquin Phoenix xingou seu diretor de fotografia no set do filme Joker, enquanto a atriz britânica Lily James foi acusada de um caso com o ator casado Dominic West. Mas esses incidentes mal afetaram suas carreiras florescentes.
Então, por que o padrão é tão diferente na indústria de entretenimento coreana?


Conformidade e obediência


A carreira da atriz Seo Ye-ji foi abalada por escândalos. Foto: TVN

Song Jae-ryong, professor de sociologia da Universidade Kyung Hee, argumentou que as celebridades coreanas às vezes são vítimas de altas expectativas em uma sociedade coletiva onde a conformidade e a obediência são valorizadas e ser diferente é desaprovado.

Como as celebridades se destacam e chamam a atenção do público, as pessoas tendem a ser menos tolerantes com qualquer má conduta moral ou ética percebida - Song Jae-ryong, professor de sociologia

“Os coreanos têm uma forte tendência a tomar partido [como grupo], colocando os de diferentes grupos sociais no lado oposto”, disse o professor. Song acrescentou que isso leva as pessoas a compreenderem ou aceitarem menos aqueles que são diferentes da maioria.

“Como as celebridades se destacam e chamam a atenção do público, as pessoas têm sentimentos adversos sobre como suas vidas são diferentes e tendem a ser menos tolerantes com qualquer comportamento moral ou ético incorreto.”

O crítico de cultura pop Kim Hern-sik acrescentou que uma estrutura social coletiva coloca os padrões morais acima da privacidade do indivíduo, submetendo figuras publicamente conhecidas a um código de conduta estrito.

“Como os coreanos valorizam as normas sociais e éticas antes da privacidade, tendemos a priorizar o impacto social das ações de uma pessoa”, disse ele. “Além disso, a Coreia tem uma estrutura de mídia centralizada – embora esteja mudando com o surgimento das mídias sociais e meios de comunicação digital – então, se os problemas são levantados por alguns meios de comunicação, eles se espalham rapidamente e têm um grande impacto.”

Consequências de reality shows voyeurísticos


Uma cena do reality show On & Off, que mostra a vida pessoal de celebridades fora do trabalho. Foto: TVN

Reality shows que oferta vislumbres voyeurísticos da vida de celebridades sempre existiram no mercado de TV. Mas recentemente, esses programas se tornaram mais comuns, abordando uma ampla gama de questões, desde casamento e paternidade em Taste of Wife, da TV Chosun, até a vida profissional de solteiro, como On & Off da TVN .

Essas visões espontâneas da vida privada de celebridades, transmitidas em nome do entretenimento, podem despertar uma curiosidade excessiva entre os espectadores. Alguns podem até ficar mais preocupados se essas celebridades exibem “boas” maneiras em sua vida cotidiana do que com seu verdadeiro talento de atuação.

Yunho, cantor K-pop do TVXQ, era uma das celebridades favoritas da Coréia, graças à sua personalidade jovial. Suas qualidades trabalhadoras e bondosas vistas em reality shows na TV continuaram a atrair fãs, até que o cantor enfrentou uma reação adversa após ser flagrado violando regras de distanciamento social. A notícia de sua má conduta prejudicou sua imagem completamente limpa da noite para o dia e ele acabou enfrentando uma enxurrada de críticas de fãs locais. Ele saiu das audições Kingdom e os anunciantes foram rápidos em mostrar-lhe a porta.

Kim disse que essa ênfase no bom comportamento pode acabar assombrando as celebridades, já que os telespectadores podem ter um intenso sentimento de traição após a notícia de qualquer conduta imprópria que os envolva.

“Porque eles comercializam uma determinada imagem para aumentar seu valor, as celebridades são recebidas com mais críticas quando a imagem [é apresentada como] uma farsa, para que as pessoas possam ficar mais irritadas e expressar suas opiniões com mais força”, disse ele.

Problemas com mídia social


Depois de acusações de intimidação, o ator Jisoo teve que deixar a série River Where the Moon Rises enquanto o show ainda estava passando. Foto: @ actor_jisoo / Instagram

Com o surgimento das mídias sociais, escândalos e rumores se espalharam ainda mais rápido. Song disse que a tendência dos coreanos de se agregar em grupos também pode se refletir em como eles reagem aos escândalos de celebridades nas redes sociais.

Em uma sociedade unida, a mídia social se tornou um meio de facilmente incitar a opinião pública - Kim Hern-sik, crítica da cultura pop

“A tendência do povo coreano de formar grupos e se unir em torno de questões pode ser vista online”, disse ele. “Portanto, quando surge um problema desagradável, ele se transforma rapidamente, à medida que as pessoas se reúnem para expressar suas opiniões sobre o assunto.”

E, à medida que a opinião negativa do público aumenta contra uma celebridade, as redes de TV e as empresas respondem cortando laços.

“Em uma sociedade unida, a mídia social se tornou um meio de facilmente incitar a opinião pública”, acrescentou Kim. “Como resultado, as empresas agem prontamente cancelando acordos de publicidade com celebridades, por exemplo, para se distanciarem das opiniões negativas.”

Outro crítico da cultura pop, Ha Jae-geun, observou que o público sente uma sensação de vingança ao tirar do trabalho celebridades contaminadas por escândalos.

“Quando o público exprime a sua opinião e força os programas de televisão a cancelar programas ou as estrelas a renunciar, isso por si já dá uma sensação de satisfação. E isso às vezes os leva a se tornarem críticos mais duros ”, disse ele.

Mas Ha acrescentou que isso nem sempre é uma coisa ruim. “Porque as celebridades são levadas a sério e são vistas como tendo um grande impacto social, a forma como os escândalos são tratados é um exemplo para as pessoas”, disse ele. “Se uma celebridade que costumava ser agressora for removida de seu programa, as crianças podem aprender a lição de que o bullying tem consequências.”

No entanto, Kim também expressou preocupação de que tal fenômeno possa rapidamente se tornar uma caça às bruxas.

“Devemos nos concentrar no que é o escândalo, por exemplo, se é uma acusação criminal ou se é uma questão pessoal”, disse ele. “No momento, não há limites para esses escândalos. Devemos ficar atentos ao que é apropriado e que impacto buscamos obter ao expressar nossas opiniões sobre o assunto. ”




Matéria origina: via Site VAI UM DORAMA?

As opiniões expressas nas matérias contidas neste site pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião da Rádio Dorama.


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes